A roupa para trabalhar: o que pode e o que não pode

Roupa para trabalhar

É preciso estar atento na roupa de trabalho que vai usar.

Muito se fala sobre capacitação e investimento quando o assunto é carreira profissional. Claro que estes temas são fundamentais, mas existem também outros fatores que precisam ser considerados. Um destes fatores é a vestimenta a ser utilizada durante o expediente de trabalho. 

Escolher a roupa correta para o ambiente profissional é essencial para reforçar a sua imagem profissional. Uma estampa um pouco mais chamativa ou uma peça com um centímetro a menos pode afetar como os seus colegas e superiores te veem.

A roupa que usamos transmite uma mensagem e você deve usá-la a seu favor. Quer saber mais sobre a importância deste tema e como ela pode ser um diferencial em sua carreira? Então, continue a leitura.

A roupa no ambiente de trabalho: por que é preciso estar atento a isso?

Diferente do que muitas pessoas acreditam, a escolha das roupas para trabalhar não é somente uma questão de moda. As roupas fazem parte da construção da imagem de cada um e por isso, dar a devida atenção a esta questão é fundamental para carreiras de sucesso.

Na hora de escolher a roupa para ir trabalhar, é preciso ter bom senso e ficar atento a alguns aspectos importantes. Por ser algo que está ligado a sua carreira profissional, o figurino de trabalho não é o mesmo para ir a uma balada ou para praticar algum esporte. 

As ocasiões e intenções são bastante diferentes. Portanto, merecem ser tratadas de formas distintas. Mas como escolher a roupa? Como montar os looks? Bom, o primeiro passo é entender que a roupa precisa estar adequada ao recinto e ao clima de cada organização. 

Existem profissões que possuem outro ritmo e uma abordagem mais casual. Outras já são bastante formais. Existem ainda certas funções que possuem uniformes e acessórios obrigatórios.

O passo seguinte é buscar referências. É importante que as suas roupas de trabalho sejam compatíveis com a sua função e também com a sua personalidade. Lembre-se de que o objetivo é que as roupas sejam suas aliadas na construção da sua imagem pessoal.

Existem certas peças e modelos específicos que devem ser evitados em situações profissionais, uma vez que podem causar situações embaraçosas e, consequentemente, prejudicar a carreira. Mas, o que deve e o que não deve ser usado na hora de ir trabalhar? Continue lendo para conferir as dicas. 

Quer descobrir qual grau da sua felicidade?
Clique aqui e acesse o “Termômetro da Felicidade”!

Dicas para escolher roupas para trabalhar

Antes de começar a listar as dicas, vale mencionar que este cuidado é importante tanto para homens quanto para mulheres. Afinal, ter uma boa imagem pessoal é fundamental para ambos os sexos, certo? Dito isso, confira as dicas que preparamos para você.

1. Transparências

Peças com transparências não são interessantes de serem vestidas para trabalhar. Ter partes do corpo expostas não é uma boa estratégia para uma imagem pessoal positiva. Evite utilizar peças transparentes. 

Opte por peças com tecidos mais leves (caso você esteja em um local com altas temperaturas). Usar peças de cor clara também é uma boa alternativa para driblar o calor. Para o ambiente profissional é interessante adotar um visual mais sóbrio, a sua roupa não deve chamar mais atenção do que o seu desempenho profissional. 

2. Calça Jeans

Uma das peças mais versáteis já criadas, a calça jeans é uma boa pedida para todas as ocasiões e momentos. Elas agregam conforto e estilo. O cuidado que se deve ter na hora de usá-las é com peças muito justas e com customizações.

As calças rasgadas – também conhecidas como jeans destroyed – ou com muitos detalhes podem ser inadequadas ao ambiente e até mesmo desconfortáveis. Dê preferência para peças sem aplicações ou com customizações exageradas. A lavagem escura sólida em peças de corte reto é uma ótima opção. Prefira a simplicidade.

3. Estampas

Existem muitas estampas com diversas temáticas. Não há problema em escolher roupas com estampas, desde que estas não tenham caráter ofensivo e desrespeitoso com os valores da organização empresarial.

Também é essencial ter cuidado para não apostar em estampas muito chamativas. A sobriedade é sempre bem-vinda nas composições de looks de trabalho. Deixe as peças de cores vibrantes e desenhos mais divertidos para os seus momentos de lazer. 

4. Roupas justas

Esta dica aqui não diz respeito somente à sua imagem, mas também ao seu conforto que pode impactar na sua produtividade. Ao invés de escolher roupas justas e apertadas, opte por peças mais confortáveis e leves. Tal escolha é importante, uma vez que você usará aquela roupa durante todo o expediente. 

Prefira os tecidos mais leves e com maior porcentagem de fibras naturais, como o algodão, por exemplo. Peças de tecidos sintéticos além de esquentar muito podem acabar ficando com maus odores ao longo do expediente. Além de o design da peça ser adequado, é essencial que a sua qualidade também seja. 

Imagina usar uma roupa desconfortável e apertada o dia todo? Enfrentar o trânsito com uma roupa desconfortável depois de um dia cansativo? Nada agradável, certo? Por isso, escolha e priorize o seu conforto na hora de usar roupas para trabalhar.

5. Uniforme

Tem colaboradores que preferem vestimentas padronizadas. Se a empresa em que você trabalha permitir, esta pode ser uma excelente escolha. A criação e adoção de uniformes faz a diferença para aqueles profissionais que desejam economizar as peças do seu guarda-roupa.  

Além disso, o uniforme é ideal para o ambiente corporativo, uma vez que é confeccionado segundo as normas da instituição. Se você acredita que esta medida será benéfica para todos, procure empresas que confeccionam uniformes para seus colaboradores.

Considere as dicas anteriores (conforto, frescor, estampas, estilo). É sempre bom lembrar que todos necessitam estar de acordo e satisfeitos com o que vestem. Pode ser positivo, inclusive, conversar com seus colaboradores e promover pesquisas internas. Uniformes podem se tornar um assunto delicado se as pessoas não gostarem das peças. 

6. Atenção para os calçados

Quando o verão chega, muitas pessoas preferem trocar os sapatos sociais por sandálias mais confortáveis e arejadas. Contudo, é importante ter cuidado na hora de fazer essa substituição, evitando o uso de chinelos e sandálias que passem muita informalidade.

7. Camisa polo pode, camiseta não

Um dos principais erros que os homens cometem no vestuário de trabalho é apostar em camisetas no casual day. No dia em que as empresas permitem usar roupas menos formais, é interessante optar por peças como camisas polo, por exemplo. 

Obviamente, que se você trabalha em uma empresa que permite o uso de camisetas mais despojadas pode usar essas peças. Mas, tenha cuidado para não montar produções com aquela cara de fim de semana, afinal ainda é dia de trabalho.

8. Regatas por baixo para conter o suor

Essa é uma dica especial para os homens que trabalham em escritórios e precisam usar camisas sociais. Nos dias mais quentes é provável que a camisa fique marcada pelo suor e isso não é nada elegante. Para conter em parte o suor é interessante usar uma regata de algodão por baixo da camisa.

Peças de algodão ajudam a pele a respirar e irão segurar parte do suor. Caso você elimine muito suor, vale a pena apostar em camisas de cor mais clara e até mesmo ter uma reserva na sua bolsa. Se aparecer uma reunião de equipe com o gestor de última hora, é bom ter uma camisa limpa! 

Essas são algumas dicas que podem contribuir com a construção da sua imagem pessoal no ambiente de trabalho. Agora, conte nos comentários: qual é o seu estilo na hora de ir trabalhar? Gostou das dicas? Foram úteis para você?

Aproveite para compartilhar este conteúdo em suas redes sociais para passar o conhecimento adiante!

Copyright: 613914617 – https://www.shutterstock.com/pt/g/lenanichizhenova



LINK DA FONTE

Rolar para cima