Remuneração Indireta – O que é e quais são as vantagens e desvantagens

cubos de madeiras representando beneficios

Entenda o que é a remuneração indireta.

A forma de pagamento mais comumente utilizada é a remuneração direta. Nesse sistema, o profissional recebe um pagamento fixo ou tem um vencimento fixo mais uma comissão por desempenho. Embora essa seja a forma mais convencional, não é a única, pois existe a remuneração indireta.

Esse modelo diz respeito aos benefícios entregues aos funcionários. Esses benefícios focam em aumentar o bem-estar, saúde e motivação dos colaboradores. Com eles, os profissionais podem buscar pelo seu maior desenvolvimento. 

No artigo a seguir iremos explicar mais sobre o conceito de remuneração indireta e também a respeito das suas vantagens e desvantagens. Boa leitura e aproveite para entender se é uma boa opção para a sua empresa.

O que é a remuneração indireta?

Quando os colaboradores de uma empresa estão motivados, tendem a entregar resultados mais positivos. Dessa forma, é fácil presumir que os empreendedores desejam que seus funcionários estejam motivados para serem mais produtivos. É aí que entra a remuneração indireta.

A remuneração indireta diz respeito a tudo que é oferecido pela empresa ao funcionário, além da remuneração oficial. Em outras palavras, consiste nas vantagens que o profissional recebe para trabalhar no local. Essa é uma forma de agregar valor e bem-estar à experiência de trabalho dos profissionais.

É importante esclarecer que os benefícios obrigatórios por lei não fazem parte do que se entende por remuneração indireta. Nessa categoria, estão: vale-transporte, 13º salário, férias remuneradas, FGTS e adicional noturno. 

A remuneração indireta é composta por benefícios opcionais, ou seja, os benefícios que a empresa concede mesmo não sendo obrigada pela lei. Confira algumas formas de remuneração indireta: 

  • Vale-refeição; 
  • Vale-alimentação; 
  • Plano odontológico;
  • Plano de saúde;
  • Associação em clubes ou academias;
  • Seguro de vida em grupo;
  • Bolsa de estudos;
  • Plano de previdência privada; 
  • Vale-cultura (que oferece descontos em atividades culturais). 

Custos da remuneração indireta

Uma das primeiras questões que surgem quando a empresa cogita a remuneração indireta é sobre o custo gerado pela concessão desses benefícios. Antes de definir os benefícios que serão oferecidos, é importante fazer uma análise criteriosa das finanças da empresa.

Também é essencial ouvir os colaboradores para entender quais são as prioridades deles. Isso significa dar preferência para a escolha de benefícios que realmente serão bem utilizados por eles. Não adianta apenas conceder benefícios, eles precisam ser pertinentes a realidade de cada colaborador. 

Como citamos, entre esse tipo de benefício apenas o vale-transporte é obrigatório. Porém, alguns auxílios prestados aos funcionários podem gerar contrapartes benéficas para as companhias. Entre eles estão a redução e até isenção de taxas e impostos.

Ressaltamos, ainda, que alguns benefícios podem ser custeados em parceria com os funcionários. Esse método é adotado, por exemplo, em relação aos planos de saúde ou odontológicos. 

Vantagens da remuneração indireta

Confira abaixo quais são as vantagens que a remuneração indireta oferece. 

1. Retenção de bons colaboradores

Atualmente, é difícil encontrar profissionais plenamente qualificados no mercado. Então, torna-se fundamental encontrar mecanismos para reter os profissionais na companhia. A remuneração indireta é uma excelente ferramenta para incentivar os colaboradores a permanecer no quadro de funcionários. 

Os benefícios opcionais que as empresas oferecem são utilizados como critério de escolha pelos profissionais. Dessa forma, a sua empresa pode ser escolhida por oferecer um tipo de benefício importante para o colaborador. A remuneração indireta é uma grande aliada para reduzir as taxas de turnover (rotatividade)

2. Mais saúde e bem-estar para os colaboradores

A oferta de planos odontológicos e de saúde para os colaboradores beneficia a empresa também. Cuidando melhor da sua saúde, os profissionais irão ter mais disposição para o trabalho e passarão menos tempo afastados com atestados médicos. É uma forma de reduzir as faltas devido a doenças. 

3. Mais motivação e produtividade

Os benefícios oferecidos pela empresa na forma de remuneração indireta ajudam a aumentar a satisfação e motivação. Uma das consequências é o aumento da produtividade gerando resultados mais positivos para a empresa. 

Porém, vale dizer que essas vantagens da remuneração indireta perdem seu valor se o salário pago está abaixo do mercado. É importante que a empresa foque em conceder uma boa remuneração para seus profissionais e um bom pacote de benefícios opcionais. 

Desvantagens da remuneração indireta

Confira a seguir quais são as desvantagens que a remuneração indireta oferece. 

1. Direito adquirido

Quando um benefício é ofertado aos funcionários, torna-se um direito adquirido. Isso quer dizer que não pode ser cancelado. Desse modo, é importante que as finanças da empresa sejam analisadas para se certificar de que ela pode oferecer esse benefício.

Também é importante compreender que, com o passar do tempo, será necessário fazer reajustes de valor desses benefícios, assim como acontece com o salário. Os setores de finanças e recursos humanos devem trabalhar em conjunto para chegar à melhor configuração. 

2. Opiniões diferentes

No momento de decidir quais serão os benefícios opcionais, pode ocorrer divergência de opiniões. Imagine uma empresa que decide oferecer como remuneração indireta vale-alimentação ou vale-refeição. Alguns colaboradores podem preferir o vale-alimentação para usar no supermercado e outros podem preferir o vale-refeição para usar em restaurantes. 

A melhor forma de lidar com essas eventuais discordâncias é fazer pesquisas para saber qual é o interesse dos funcionários. Também é importante deixar claro que a decisão não irá agradar a todos, mas que se baseia no desejo da maioria. É preciso que os benefícios não se tornem motivo de discussão entre os colaboradores.

3. Surgimento de novas tendências

Outra eventual dificuldade que pode surgir é a de acompanhar as tendências de benefícios. De tempos em tempos, uma nova modalidade de benefício aparece e pode passar a ser uma demanda dos colaboradores.

A companhia deve analisar a pertinência de oferecer o benefício que está sendo solicitado. Nesse caso, avalie tanto os custos que serão gerados quanto a possibilidade de ser apenas uma tendência passageira. Investir bem permite manter os profissionais satisfeitos em médio e longo prazo. 

Gostou de saber mais sobre o que é remuneração indireta? A sua empresa oferece benefícios? Comente abaixo e aproveite para compartilhar este conteúdo em suas redes sociais para passar o conhecimento adiante!

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC – Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.

*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.



LINK DA FONTE

Rolar para cima