Líder Moderno X Líder Tradicional

Líder moderno x Líder tradicional Líder moderno x Líder tradicional: Veja as características principais

Uma das habilidades mais procuradas e desejadas por gestores do mundo todo é a liderança. Nem todo gestor é um bom líder, e nem sempre líderes natos ocupam cargos de chefia. Com os avanços nos estudos das ciências humanas, ficou evidente que existem vários tipos de líderes, bem como várias formas de exercer a liderança.

Entre os tipos de líderes existentes no ambiente corporativo, estão dois bem fáceis de identificar: o líder tradicional e o líder moderno. Você sabe quais são as diferenças entre eles? Para entender como essas lideranças são exercidas nas organizações empresariais, continue a leitura!

Uma breve recapitulação sobre ser líder no ambiente corporativo

Houve um tempo em que ser líder em qualquer empresa era ser, por tabela, uma pessoa mais temida do que respeitada. Por muito tempo, as empresas reconheciam um bom líder como aquele que impunha as suas palavras e era temido pelos seus funcionários, pelos seus liderados e até pelos stakeholders. Todavia, nos tempos atuais, os conceitos sobre o que é ser um bom líder mudaram.

Hoje, com a modernização da gestão de pessoas, essas atitudes que reforçam temores e medos já não fazem mais sentido. Pode-se afirmar, com muita segurança, que não há mais espaço para gestores e líderes que não buscam a integração e que intimidam os colaboradores, em vez de motivá-los. A liderança precisa ser exercida de maneira que os líderes motivem e criem ambientes saudáveis para o trabalho.

Atualmente, o foco das organizações é o desempenho para o alcance de resultados satisfatórios, tendo os seus colaboradores, juntamente do seu líder, uma visão de parceria em busca de um mesmo objetivo, que é potencializar os resultados e maximizar os lucros. Hoje, a liderança não é entendida como o exercício da hierarquia, e sim uma habilidade que garante a união e a integração das pessoas.

Se, antes, o líder autoritário e temido tinha espaço e vez em todas as organizações, o mesmo não pode ser dito atualmente. Poucas organizações empresariais acreditam na eficácia desse tipo de liderança, embora algumas delas ainda existam. A tendência é que, cada vez mais, a liderança seja exercida de maneiras mais amigáveis e menos autoritárias.

Diante de todas essas mudanças vividas no cenário empresarial, o mercado corporativo tem dado cada vez menos espaço para esse tipo de liderança. E o que tem sido buscado pelas empresas? Profissionais que compreendam o lado humano e que saibam lidar com eles de maneira positiva. Os profissionais que aproveitam positivamente os recursos das empresas garantem uma boa motivação, um bom desempenho e os melhores resultados.

Líder moderno x líder tradicional: características principais

Apesar de cada vez mais se falar sobre a necessidade de mudanças na forma de liderar, sabemos que ainda existem muitos líderes tradicionais no mercado. Contudo, tanto as empresas quanto os próprios profissionais estão cientes de que a substituição desse líder por um mais flexível, moderno, tolerante e capaz de trabalhar a motivação de cada colaborador é bem mais lucrativa.

Ainda é possível visualizar dois tipos de líderes: o tradicional e o moderno. A grande diferença entre eles é o foco. Enquanto o tradicional tem como meta os objetivos econômicos e financeiros da empresa, o moderno foca no desenvolvimento dos seus talentos profissionais. Existem, porém, outras características que diferem o líder moderno do líder tradicional. E quais características são essas? É o que você vai conferir a seguir!

1 – O líder tradicional

  • Costuma motivar os seus liderados única e exclusivamente com o pagamento de salários;
  • O desempenho dos seus liderados costuma ser medido por meio de indicadores bastante objetivos;
  • As avaliações costumam ser feitas de maneira unilateral, e somente o líder avalia, nunca é avaliado;
  • A sua postura, especialmente em situações de conflito, é de um juiz dos liderados;
  • A palavra final é sempre sua, sem incluir os colaboradores nas tomadas de decisão e mantendo uma comunicação nem sempre transparente;
  • Incentiva a formação continuada dos seus liderados, mas ele mesmo acha que não precisa mais estudar;
  • Delega funções, define objetivos e cobra resultados;
  • O seu feedback consiste apenas em corrigir os erros;
  • Quer controlar tudo o que todos fazem (microgerenciamento);
  • Apresenta pouca ou nenhuma preocupação com o bem-estar dos colaboradores. Foca apenas nas metas do departamento.

2 – O líder moderno

  • Motiva os seus colaboradores e estimula o desenvolvimento profissional dos seus liderados;
  • Mede o desempenho da sua equipe por meio de indicadores comportamentais, com mais frequência do que por meio de indicadores objetivos;
  • Esse profissional assume o papel de treinador da sua equipe, procurando intermediar os conflitos e resolvê-los com diálogo
  • A avaliação dos seus liderados é feita por um conjunto de avaliadores, composto por outros líderes, gestores e até mesmo colegas. O próprio líder também é avaliado;
  • Toma decisões, mas ouve o que os colaboradores têm a dizer antes de decidir;
  • Incentiva a formação continuada e nunca para de estudar;
  • Delega funções, explica o que deve ser feito, tira dúvidas, presta auxílio, compartilha conhecimentos e avalia o desempenho;
  • Concede feedbacks completos, reconhecendo os méritos, apontando o que pode melhorar e oferecendo sugestões práticas de melhoria;
  • Acompanha os liderados, mas sem microgerenciar ou cercear a liberdade de cada um. Gera autonomia e confiança a todos;
  • Preocupa-se com o bem-estar dos colaboradores e com o clima organizacional. Apresenta uma gestão mais compreensiva e flexível, entendendo que os resultados da equipe são diretamente proporcionais à qualidade de vida dos colaboradores.

Com essas diferenças, conseguimos perceber a importância de um líder moderno nas empresas. A cada dia, ele assume um papel mais decisivo nas organizações. Assim, consegue desenvolver pessoas, gerar grandes resultados e chegar mais rápido aos objetivos desejados!

Agora, conte para nós: qual tipo de líder você acredita que é ou tem? Contribua deixando o seu comentário no espaço a seguir. Além do mais, que tal levar estas informações a todos os seus amigos, colegas de trabalho, familiares e a quem mais possa se beneficiar delas? Compartilhe este artigo nas suas redes sociais!

Copyright: 1442086910 – https://www.shutterstock.com/pt/g/branko+devic

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC – Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.

*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.



LINK DA FONTE

Rolar para cima