Profissionais Apaixonados Conquistam Mais – Portal

profissional feliz

Confira abaixo alguns métodos que te auxiliam a encontrar a sua paixão profissional.

A paixão é um sentimento que desperta hormônios como a endorfina que gera uma sensação de prazer. É capaz de impactar a mente e o comportamento do indivíduo, aumentando significativamente a motivação e o engajamento com relação ao estímulo recebido.

Ao abordar esse assunto, é comum restringir nossa perspectiva no sentido relacional e amoroso. Mas, a paixão faz parte e é um elemento essencial também no campo profissional.

Um profissional apaixonado, possui a força da mudança, gera movimento, realiza suas atividades com alta performance e conquista resultados extraordinários. Isso porque, ao trabalhar com paixão, sente alterações físicas e psíquicas que afloram suas habilidades e talentos, favorecendo a capacidade de foco, comprometimento e desempenho acima da média.

A maioria dos profissionais que reclamam de seu trabalho são pessoas frustradas que não conseguiram transformar sua paixão em realidade. Ou mesmo, que nunca conseguiram descobrir qual é a sua verdadeira paixão profissional. 

Nesse sentido, o Coaching tem como missão ajudar as pessoas a descobrirem a si mesmas, através do autoconhecimento. A fim de que identifiquem suas paixões, alinhando seus valores, princípios e motivações autênticas, para construir uma vida com mais propósito, tanto no sentido pessoal como profissional.

No artigo a seguir iremos explicar mais sobre como a paixão pelo trabalho pode te levar a conquistar mais realizações. Também vamos dar algumas dicas de como descobrir qual é a sua paixão. Boa leitura! 

Profissionais apaixonados: por que eles conquistam mais?

Nos últimos tempos, a palavra engajamento se tornou um sinônimo de equipes de sucesso. Porém, está cada vez mais evidente que muito melhor do que um profissional engajado é um profissional engajado por ser apaixonado por seu trabalho. 

Muitos profissionais se engajam em suas atividades pelo desejo de manter o emprego. No entanto, quando esse comprometimento nasce da paixão por aquilo que faz, há muito mais chances de sucesso na carreira.

Em outras palavras, há quem entregue os projetos em dia porque teme perder o emprego e quem entrega antes do prazo porque ama o que faz. Gostar do seu trabalho faz com que o profissional se dedique com mais afinco, pois existe a motivação de estar feliz fazendo o que faz.

Os profissionais que encontram a sua paixão e fazem dela a sua carreira têm mais chances de prosperar. Isso acontece porque esse colaborador está sempre em busca de novos desafios para melhorar seu desempenho. A paixão, diferente do engajamento, vem de dentro.

Mudar pode ser a chave para o sucesso

Nem todo mundo encontra a sua grande paixão profissional na primeira carreira. Saber reconhecer que não se está totalmente feliz ou que se está infeliz é essencial para buscar pela sua realização completa.

Então, se você percebe que não tem motivação verdadeira para ir ao trabalho, comece a se questionar. Será que você está fazendo o que realmente te faz feliz? Caso identifique que essa não é a carreira dos seus sonhos, comece a pensar no que gostaria de fazer. Saber o que não quer já é um importante primeiro passo para realizar uma grande virada. 

Reflita a respeito e se for preciso faça uma lista do que deseja para a sua vida. Você quer mais tempo livre para ficar com a família? Deseja trabalhar em outra área ou apenas mudar de empresa? O que te faria feliz? Dedicando-se a ouvir o que a sua voz interna está dizendo, você terá mais informações para dar início a sua busca de mudança. 

Não tenha medo de mudanças e recomeços, independentemente de em qual fase da vida esteja. O que realmente importa é encontrar a carreira que vai despertar a sua paixão. Mas, como descobrir a sua paixão? Confira o tópico a seguir! 

Como descobrir sua paixão

Confira abaixo alguns métodos que te auxiliam a encontrar a sua paixão profissional:

1. Descubra seu propósito

A maior parte do dia você passa trabalhando, dedicando todos os seus esforços para chegar a algum lugar. Já parou para pensar que lugar é esse afinal? Pare e reflita. Por que você levanta todos os dias de manhã? Como gostaria de ser lembrado? Qual a sua missão?

Entenda que a cada amanhecer é uma nova oportunidade, uma folha em branco disponível para escrever mais um capítulo de sua história. Por isso, analise: como você tem passado seu tempo? Tome consciência de suas ações e pondere se elas estão compatíveis ao que almeja para seu futuro.

2. Identifique seus talentos

O que você consegue fazer com certa facilidade ou de maneira muito natural? Que tipo de atividade te proporciona um estado de prazer e relaxamento? O que faria por horas, mesmo que não te pagassem por isso? Quais suas brincadeiras favoritas da infância? Quais matérias do período colegial você gostava mais?

As perguntas são os caminhos mais efetivos para descobrir a si mesmo. Elas te estimulam a entrar em um processo reflexivo que te ajuda a imergir em seu subconsciente, auxiliando-o a encontrar as respostas mais profundas e verdadeiras. 

Conte com o Coaching, o mais poderoso e efetivo método de autoconhecimento, para desenvolvimento pessoal e profissional. Essa metodologia de desenvolvimento pessoal auxilia o coachee (aprendiz) a identificar quais são suas metas e crenças limitantes. 

A partir dessa compreensão mais efetiva de si e das questões que precisam ser resolvidas, é mais simples caminhar rumo ao sucesso. Com a definição de metas e passos para realizá-las você conseguirá ir bem mais longe. 

3. Avalie as opções do mercado

Após tomar conhecimento sobre seus talentos, o próximo passo é direcionar seu olhar para fora. Procure todas as possibilidades que o mercado de trabalho oferece, foque nas que são compatíveis com seu perfil.

Se você é uma pessoa mais dinâmica e criativa, identifique quais atividades se encaixam neste padrão. Geralmente, são profissões como as de arquitetura, design, publicidade, artes plásticas, entre outras.

Se você for apaixonado pela natureza e animais, as profissões de biólogo, médico veterinário, engenheiro ambiental podem ser boas opções. Para os fascinados por cálculos, há profissões como as de matemático, físico, engenheiro civil, engenheiro eletricista, entre outros. 

Se gosta de ajudar as pessoas, ser Coach é uma atividade intensamente relacionada a isso, além das profissões tradicionais como, medicina, psicologia, recursos humanos, entre várias possibilidades.

Pesquise bastante e faça uma listagem das opções que mais estão alinhadas com o seu gosto pessoal e características. A identificação com a área de trabalho tem papel decisivo para o desenvolvimento de uma relação de trabalho apaixonada. 

4. Se não encontrar, crie suas próprias oportunidades!

Em último caso, se você não encontrar nada existente com que se identifique, faça sua própria profissão. Parece assustador, pois desde pequenos somos ensinados a escolher uma profissão e não a cria-la.

Entretanto, esta tem sido uma opção cada vez mais viável nos dias atuais. Principalmente com a ajuda da internet, onde você pode se conectar com pessoas de interesses comuns, e deste modo, oferecer produtos e serviços, diferentes para o mercado geral, mas que sejam totalmente agregadores para um público específico.

Encontre sua paixão e crie sua história. O mundo precisa de seu talento para se tornar um lugar melhor! Com isso em mente não tenha medo de colocar a sua paixão no seu trabalho e aproveite os benefícios que isso traz. 

Gostou deste artigo? Comente abaixo e compartilhe com seus amigos nas redes sociais!

 

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC – Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.

*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.



LINK DA FONTE

Rolar para cima