Você sabe o que é Trabalho Assíncrono? :: IBC

Mulher trabalhando

Entenda o que é trabalho assíncrono.

No contexto da era digital, tornou-se relativamente mais comum o trabalho assíncrono, aquele que se dá quando membros de uma mesma equipe exercem suas atividades em horários distintos. Essas jornadas em horários diferentes podem acontecer remota ou presencialmente. 

Para que esse modelo de trabalho seja eficaz, é essencial que a empresa possua recursos que permitam a comunicação e integração das atividades dos seus colaboradores. Os especialistas em recursos humanos acreditam que essa modalidade é o próximo passo evolutivo do mercado após a popularização do trabalho remoto. Sem esse passo, é bastante difícil se adaptar ao trabalho à distância. 

A pandemia do novo coronavírus contribuiu para que aumentasse exponencialmente o número de empresas com regime de trabalho home office. Devido aos bons resultados e aumento considerável de produtividade nesse período, muitas organizações consideram preservar o home office ou adotar o regime híbrido. 

Independentemente de qual dos dois regimes, híbrido ou remoto, sejam adotados, há desafios que precisam ser superados pelas companhias. A mudança de cultura organizacional é certamente um dos desafios mais consideráveis. No artigo a seguir você poderá entender melhor o que é trabalho assíncrono e como ele pode ser adotado pelas empresas. 

Afinal, o que é trabalho assíncrono?

O modelo laboral tradicional, em que todos trabalham no mesmo horário, recebe o nome de síncrono. O trabalho síncrono pode ser realizado presencial ou remotamente, a característica principal diz respeito ao fato de que todos atuam no mesmo período do dia. Dessa forma, é natural que se espere respostas imediatas ou entregues em um espaço curto de tempo pelos colegas. 

Já o trabalho assíncrono é aquele em que membros da equipe trabalham em períodos diferentes. Nesse modelo, os colaboradores não são obrigados a trabalhar ao mesmo tempo. Logo, as respostas para as mensagens tornam-se mais espaçadas. Como não há sincronia entre as jornadas de trabalho, pode se tornar um pouco mais difícil encontrar um momento oportuno para tirar dúvidas.

Ao enviar uma mensagem para um colega que trabalha em outro período do dia, é importante estar ciente de que ele provavelmente irá demorar para responder. Isso porque o expediente dele acontecerá em outro momento. Sendo assim, é preciso se organizar para que esse tempo de espera não trave o ritmo de trabalho. 

Uma das principais vantagens do trabalho assíncrono está em permitir melhor adaptação aos horários de expediente por parte dos profissionais. Também permite ultrapassar barreiras geográficas que poderiam impedir contratações. O fuso horário deixa de ser um elemento decisivo em uma contratação. 

Comunicação assíncrona: qual é a sua importância?

A pandemia do novo coronavírus acelerou a adoção do modelo de trabalho remoto por muitas empresas. Esse aumento de equipes atuando em modelos remoto e híbrido tornou evidente a relevância da adaptação da dinâmica do escritório para o contexto digital. 

Entre as consequências dessa mudança estão o aumento de reuniões por videochamadas e interrupções via chat. Essas quebras constantes de concentração no trabalho foram chamadas de “sobrecarga colaborativa” pela Harvard Business Review. Essa sobrecarga traz à tona a importância do trabalho assíncrono.

Quando os colaboradores de uma mesma equipe trabalham em horários diferentes, conseguem manter a sua concentração nas atividades laborais. As interrupções constantes por assuntos de menor relevância deixam de ocorrer. Os questionamentos por chat e e-mail precisam aguardar que o interlocutor inicie seu expediente.

A comunicação e a colaboração entre os colegas da equipe se torna muito mais oportuna e de qualidade. No modelo de trabalho home office, a adoção do modelo assíncrono se mostra fundamental. O fato de estar em casa realizando as suas atividades profissionais abre margem para uma série de interrupções, como barulhos de obras dos vizinhos, os filhos brincando, questões domésticas, entre outros.

O horário comercial nem sempre é o melhor período do dia para trabalhar. A adoção do trabalho assíncrono permite que os profissionais trabalhem nos horários em que são mais produtivos. E em relação à comunicação com a equipe, esse modelo contribui para haver mais assertividade, ou seja, as mensagens se tornam mais diretas. 

A comunicação síncrona ainda existe

O modelo de trabalho assíncrono pode ser adotado com fluidez e qualidade, contudo, ainda assim haverá momentos em que será exigida uma comunicação síncrona. Essa exigência pode se dar especialmente em uma situação de crise corporativa. Para que uma decisão crucial para o futuro da empresa possa ser tomada, é determinante que todos os envolvidos conversem simultaneamente. 

Porém, ao optar pelo modelo assíncrono, é importante que esse tipo de reunião e troca de mensagens sejam utilizados apenas em situações de exceção e emergência. Em boa parte dos casos, um bom planejamento e gerenciamento de projeto já são o bastante para atender as questões mais relevantes. 

O ideal é que seja estabelecido um prazo razoável entre os colaboradores, que atuam em diferentes períodos, para as respostas de mensagens. Isso permite que os profissionais organizem suas agendas de trabalho de acordo com as prioridades. É uma forma de manter o bom rendimento das equipes.

Cultura de comunicação assíncrona: como criar? 

Para que o modelo de trabalho assíncrono seja adotado com sucesso, é necessário haver uma mudança na cultura organizacional. Os líderes de equipes devem aprender a confiar em seus liderados, haja vista que não estarão acompanhando diretamente as suas atividades. Metas e indicadores de avaliação de produtividade precisam ser estabelecidos para cada profissional.

Por sua vez, os colaboradores da equipe devem assumir a responsabilidade de ser autônomos. Quando os profissionais adotam uma postura procrastinadora por não ter uma liderança vigilante em tempo real, as entregas passam a atrasar. Em outras palavras, é importante desenvolver confiança, autonomia e respeito ao tempo dos colegas. 

O ritmo de trabalho deve ser pensado considerando a responsabilidade e adaptabilidade. Confira, a seguir, algumas dicas de como adotar esse modelo de comunicação e trabalho: 

– Determine os canais oficiais de comunicação, entre as opções mais comuns estão Slack, Discord e Microsoft Teams; 

– Adote o uso de softwares de gestão de projetos, como Jira e Trello. Assim é possível acompanhar o desenvolvimento do trabalho de todos os colaboradores da equipe; 

– Utilize a nuvem como solução para que todos os profissionais tenham acesso aos dados em qualquer lugar e a qualquer hora; 

– Invista em uma infraestrutura de TI confiável, segura e estável; 

– Realize a avaliação individual e coletiva com base em produtividade e resultados e não na velocidade de entrega de respostas. 

Agora você conhece melhor o modelo de trabalho assíncrono. Aproveite para compartilhar este conteúdo em suas redes sociais para passar o conhecimento adiante!

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC – Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.

*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.



LINK DA FONTE

Rolar para cima