Educação corporativa: qualificando sua equipe! :: IBC

Educação corporativa

Confira objetivos da educação corporativa.

A educação corporativa é recente no Brasil. Esse conceito emergiu no país durante a década de 90. É um projeto de formação desenvolvido pelas organizações, que tem como objetivo institucionalizar uma cultura de aprendizagem contínua, ocasionando a aquisição de novas habilidades e conhecimentos vinculados às estratégias corporativas e assim torná-las competitivas.

A compreensão e aplicação desse conceito nas empresas é determinante para estabelecer um ritmo constante de crescimento. Também é uma forma de potencializar a satisfação dos colaboradores, aumentando, assim, o potencial de retenção.

No artigo a seguir iremos explicar no que consiste a educação corporativa e como ela pode ser utilizada na qualificação da sua equipe

O que é educação corporativa?

A educação corporativa pode ser chamada também de educação empresarial. Consiste em uma prática com foco no desenvolvimento de competências e habilidades dos colaboradores. O projeto de educação corporativa contribui para tornar a equipe tecnicamente mais alinhada com a organização.

É importante fazer o adendo de que essa estratégia não se restringe somente aos funcionários, podendo ser aplicada também em relação aos fornecedores, parceiros, clientes e prestadores de serviços. 

O ensino pode ocorrer por meio da educação presencial, à distância ou semipresencial. A educação à distância proporciona o aprendizado através de um ambiente virtual. Já a modalidade presencial e semipresencial conta com palestras e cursos oferecidos por gestores, líderes ou um palestrante convidado. 

O IBC – Instituto Brasileiro de Coaching, por exemplo, oferece cursos e formações com metodologia presencial e complemento online. Nos cursos são fornecidas ferramentas e técnicas, tanto para o autodesenvolvimento, quanto para o de outras pessoas, por isso a importância da troca de informações entre os indivíduos durante as formações.

Educação corporativa e plano de carreira

A Educação Corporativa deve estar associada a um plano de carreira, pois o profissional envolvido no processo educativo buscará melhores colocações. Ela tem um papel muito forte no desenvolvimento e disseminação da cultura de cada organização, com foco em resultados corporativos, quando presente em todas as áreas e alcançando todos os profissionais envolvidos em cada processo.

Os líderes devem desempenhar o papel de educadores, sendo responsáveis pela aprendizagem e desenvolvimento de suas equipes. Caso contrário, o processo educacional da empresa se tornará incompleto, uma vez que os objetivos dos colaboradores serão frustrados, desperdiçando a contribuição da educação corporativa, na formação profissional e pessoal dos indivíduos.

Diversificação

Para alcançar resultados positivos com os públicos impactados pela educação corporativa, é preciso apostar em maior diversificação. As ações podem e devem ir além de cursos e treinamentos. Há sempre formas diferenciadas de transmitir conhecimento para as equipes. 

É interessante, inclusive, mapear as características principais de cada público, visando compreender que tipo de ação será mais efetiva para a sua qualificação. O planejamento focado em cada perfil permite ser mais efetivo nessa qualificação, alcançando assim uma cultura de aprendizagem corporativa.

Quais são os objetivos da educação corporativa?

A implementação da educação corporativa pode almejar diferentes objetivos que vão além de apenas qualificar os colaboradores tecnicamente. A seguir listamos alguns desses objetivos, assim, é possível identificar razões variadas para apostar nesse sistema.

1. Desenvolvimento de padrões comportamentais

O projeto de educação corporativa da empresa pode ter como foco desenvolver um padrão comportamental mais positivo nos colaboradores. A partir desse sistema educacional, se torna possível implantar uma cultura focada em atitudes desejadas. Basicamente, se trata de apresentar e incentivar que os colaboradores sigam um determinado padrão de comportamento.

2. Potencialização de habilidades técnicas

A oferta de treinamento e qualificação contribui para tornar os colaboradores devidamente preparados para os desafios do cotidiano corporativo. Inclusive, é uma forma de ter uma base de funcionários devidamente qualificada, haja vista que o mercado está carente de profissionais totalmente capacitados.

Para cumprir esse objetivo é importante que o projeto de educação corporativa seja delineado com foco no público a ser impactado. Vale a pena que a companhia faça um estudo para entender quais são as habilidades técnicas que mais precisa reforçar. A partir desse entendimento, podem ser definidas formas de entregar esse conteúdo aos profissionais. 

3. Integração dos profissionais a cultura organizacional

A educação empresarial também pode estar focada em promover um encontro de objetivos entre os colaboradores e a organização. Nesse caso, a qualificação contribui para alinhar as expectativas e promover os valores organizacionais.

4. Aumento da produtividade

A qualificação técnica se reflete no aumento da produtividade porque oferece novos recursos para que os profissionais coloquem em prática. Mas, além da questão técnica, também permite potencializar a motivação dos profissionais em realizar as suas atividades. Em muitas empresas o que falta é trabalhar a questão emocional e motivacional dos seus profissionais.

5. Aprimoramento de processos

Lembra que citamos que a educação corporativa não deve se restringir aos colaboradores? Ela pode ser aplicada para aprimorar processos com fornecedores e parceiros. Estabelecer uma comunicação mais eficaz com esses grupos é determinante para encontrar um meio-termo em que ambas as partes sejam bem-sucedidas.

6. Melhora da gestão de tempo

O tempo é um dos recursos mais valiosos que possuímos e nem todo mundo sabe como fazer uma gestão inteligente dele. A empresa pode e deve apostar em qualificações que ajudem no desenvolvimento pessoal. Aprender a ser mais organizado e gerir seu tempo com eficiência se reflete na maior produtividade empresarial.

7. Motivação e desenvolvimento de competências

Para algumas empresas, parece difícil encontrar profissionais plenamente capacitados no mercado. Em parte, isso se deve à deficiência de qualificação em algumas áreas.

A melhor forma de reduzir essa dificuldade é preparar os profissionais que já estão na empresa para assumir cargos de liderança. Esse investimento no aperfeiçoamento técnico contribui, ainda, para a retenção de talentos.

8. Otimizar as atividades 

A qualificação da educação corporativa pode ter como foco também o processo de automatização dos processos corporativos. Trata-se de preparar os colaboradores para interagir com os sistemas automatizados.

Esse primeiro contato precisa ter o mínimo de ruídos possível para haver segurança nesse processo de mudança. A qualificação dos colaboradores é determinante para que a otimização seja bem-sucedida. 

A educação corporativa produz uma série de impactos positivos nas empresas. Este conteúdo te ajudou? Compartilhe em suas redes sociais para levar o conhecimento adiante!

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC – Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.

*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.



LINK DA FONTE

Rolar para cima